>
>
Cursos internacionais
cursos internacionais
engenharia de sistemas no mundo
Os cursos de Engenharia de Sistemas que vêm sendo criados mundo afora são em geral resultantes de derivações de quatro áreas específicas anteriormente existentes: Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Ciência da Computação e Engenharia de Produção. A história de fundação de cada curso, bem como as demandas industriais existentes em cada caso determinaram a formatação específica de cada um. Para exemplificar, mencionamos quatro cursos cujas grades curriculares foram examinadas pela equipe da UFMG, e que serviram de referência para o trabalho de montagem de nossa proposta.
ecole polytechnique
Paris, França
Esse curso foi criado em 2003, e oferece três modalidades de especialização: em “sistemas veiculares” (aviões, automóveis, trens), em “sistemas de informática” e “sistemas autônomos”. O título de Engenheiro de Sistemas é concedido na forma de um “mestrado”, com dois anos de duração, que se segue a um curso de bacharelado constituído de três anos de disciplinas “básicas” e um quarto ano de disciplinas “de engenharia” genéricas, que podem ser obtidas nas áreas de Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica ou Computação.
university of sheffield
Sheffield, Inglaterra
Essa universidade, além de oferecer cursos de engenharia de recorte tradicional, oferece a formação no nível de graduação em Engenharia de Sistemas com sete ênfases: computação, eletrônica, sistemas mecânicos, sistemas médicos, mecatrônica, gerência, e sistemas de controle.
massachusetts institute of technology - mit
Cambridge, MA, EUA
No MIT, a Engenharia de Sistemas (que é oferecida no nível de mestrado) foi definida pelo seu viés essencialmente gerencial. O Engenheiro de Sistemas lá formado tem essencialmente o papel de avaliar novas tecnologias e gerenciar sua implantação em sistemas produtivos.
university of waterloo
Ontario, Canadá
A Universidade de Waterloo oferece aquele que provavelmente é o curso de Engenharia de Sistemas mais antigo, cuja fundação é de 1964. O curso se denomina “Systems Design Engineering”. Esse curso é aquele cujo recorte de áreas do conhecimento é o mais parecido com a proposta da UFMG. Ele se baseia fortemente em conteúdos básicos de Engenharia Elétrica, mas agrega uma significativa carga de conteúdos de Engenharia Mecânica, e se apóia também fortemente em conteúdos de Ciência da Computação. Não há ênfases pré-definidas, e o aluno deve completar a carga horária requerida com disciplinas “optativas” que abrangem um elenco bastante diversificado de aspectos de ramos diversos da Engenharia.
novidades
Cadastre-se e receba novidades sobre o curso em seu e-mail
perguntas
Prezados, bom dia. Possuo formação no curso de Engenharia Eletrônica e de Telecomunicações. Gostaria de realizar cur...

O curso de Engenharia de Sistemas não tem nenhum pré requisito. Os sistemas que a nossa graduação lida são siste...