Origens
GEES
O termo "Engenharia de Sistemas" parece ter se originado na década dos 1940, dentro dos Bell Telephone Laboratories, já dotado do sentido que é atualmente consagrado, designando a área de conhecimento que lida com os aspectos de sistematização e validação do projeto de sistemas tecnológicos de elevada complexidade (no sentido de agregarem um elevado número de sub-sistemas de diferentes níveis lógicos). Embora o primeiro curso de graduação em Engenharia de Sistemas tenha surgido no Canadá ainda na década de 1960, na Universidade de Waterloo (o curso se denominava "Engenharia de Projeto de Sistemas"), o início efetivo da preocupação com a formação de Engenheiros de Sistemas, como demanda sistemática de setores industriais de alta tecnologia, pode ser identificado no ano de 1989, quando a Universidade da Califórnia em San Diego sediou um encontro com representantes do governo americano e de algumas das principais empresas industriais daquele país.

Esse encontro originou a formação de um grupo de estudos que iria propor medidas para lidar com a escassez de profissionais com tal formação nos Estados Unidos, que foi considerada um problema estratégico que poderia comprometer a competitividade da economia americana. Um segundo encontro no ano seguinte foi sediado pela empresa Boeing, em Seattle. Em 1991, a IBM se encarregou de organizar um terceiro evento. Como resultado, foi criada em 1991 uma associação profissional, o NCOSE (National Concil on Systems Engineering), posteriormente transformado em INCOSE (International Concil on Systems Engineering).

Essa associação, em estreita colaboração com órgãos governamentais e com a indústria, articulou esforços para que instituições de ensino superior passassem a fornecer uma formação específica nesse novo ramo da Engenharia. O esforço foi bem sucedido, tendo resultado hoje em 70 programas de graduação ou mestrado em Engenharia de Sistemas nos Estados Unidos, incluindo algumas das principais universidades daquele país: MIT, Stanford, Virginia Polytechnic, Univ. Southern California, Univ. Michigan-Dearborn, Univ. Florida, Penn State, Georgia Inst. Tech., Cornell, etc. Esse movimento de criação de cursos de Engenharia de Sistemas teve reflexo também em diversos outros países industrializados.
novidades
Cadastre-se e receba novidades sobre o curso em seu e-mail
perguntas
Oi, gostaria de saber quando será aberto seleção para um nova turma no curso de engenharia de sistemas! E mais detalhes sobre com...

A UFMG adota o SISU como forma de entrada. Para se cadastrar no SISU, &ea...